Menu Fechar

Reforçar a Saúde

Um orçamento que combate a pandemia

  • Vão ser contratados mais 4200 profissionais de saúde para os hospitais e centros de saúde, permitindo assim cumprir o compromisso de reforçar os recursos humanos do SNS em 8400 profissionais nos anos de 2020 e 2021.
  • O INEM vai ser reforçado com mais 260 profissionais.
  • Vai ser criado um subsídio extraordinário de risco para os profissionais de saúde que se encontram na linha da frente da resposta à COVID-19, no valor de 20% do salário base (até ao máximo de 219 €).
  • Vai ser dispensado o pagamento de taxas moderadoras em exames complementares de diagnóstico e terapêutica prescritos no âmbito dos cuidados de saúde primários.
  • O investimento nos cuidados de saúde primários vai aumentar muito significativamente para 90 M€ em 2021.
  • Vai ser alargada a rede de cuidados continuados integrados, com um investimento de 27 M€ em 2021.
  • O Programa de Saúde Mental vai ser reforçado com 19 M€ em 2021.
  • Vai iniciar-se a construção do novo Hospital Central do Alentejo e ser lançado o concurso para a construção do novo Hospital de Proximidade do Seixal.